Vídeos

Loading...

terça-feira, 14 de julho de 2009

Medo (Crepúsculo)...


Acabou?


Tudo está em silêncio, apenas ouço o meu coração palpitar... Escuto o tic tac do relógio, o sono que não vem, queria poder fugir, mas não da, já está amanhecendo. Não posso mais sentir os raios do sol tocar a minha pele, minha boca necessita do néctar da vida.


Talvez nunca acabe...


Tenho que viver assim, escondido do mundo, das pessoas que julgo amá-las. Aprenderei agora com as mudanças. Possivelmente nunca acabe, segundos são desafios, cada hora se tornou uma batalha, os dias uma conquista ou uma derrota, pois meu corpo e o meu eu tornaram-se rivais, um não pode viver enquanto o outro estiver vivo.



Tudo tem continuação.


Serei eterno, o que hoje tenho medo poderei ter novamente daqui a mil anos, porque muita coisa é desconhecida, porque existem vários caminhos a seguir e um infinidade de decisões a serem tomadas. Ressuscitarei ao anoitecer.


Arnaldo Gomes e Jéssica Renata 14 de julho de 2009

Nenhum comentário:

Postar um comentário