Vídeos

Loading...

domingo, 22 de novembro de 2009

-Luto-



Ontem tive uma notícia não muito agradável. Um alguém muito especial, havia falecido.

A palavra morte pra mim traz um som muito forte e desagradável, prefiro pensar que esta pessoa fez uma longa viagem.

Mas ao receber essa notícia comecei a indagar a questão de que basta estarmos vivos, para morrermos. E por incrível que pareça essa notícia que aparentemente foi muito triste, me fez aprender algumas coisas.

1º A não desperdiçar o tempo que tenho viva, com coisas insignificantes, que não me fazem crescer mentalmente e espiritualmente.

2º Sempre dizer as pessoas o quanto as amo e como são importantes pra mim.

3º Agradecer a Deus cada segundo do meu respirar, pois esta dádiva de uma hora pra outra pode se findar.

4º Deixar de lado as preocupações que me atormentam e aproveitar cada segundo do meu dia com simplicidade e sabedoria.

5º Aprender com os erros e procurar não errar tanto.

Eu poderia colocar milhares de tópicos que me fizeram pensar e talvez ter aprendido com essa notícia.

Mas minha alegria apesar de tudo isso é saber que esta pessoa está em um lugar bem melhor do que eu e que um dia eu irei encontrá-la!

A você pessoa tão especial te deixo essa homenagem como uma forma do meu carinho e esperança de te ver um dia!

João - capítulo 11, versiculo 25 diz:

-Disse-lhe Jesus: Eu sou a ressurreição e a vida. Quem crê em mim ainda que morra, viverá!

Eu creio e sei que crias.

Até o outro dia... ANJO! (L)

3 comentários:

  1. a morte é como uma curva na estrada, morrer é só não ser visto.

    ResponderExcluir
  2. Este comentário foi removido pelo autor.

    ResponderExcluir
  3. Lembro que a primeira vez que entrei em seu blog, li essa postagem, e desperdicei a oportunidade de comentá-la no momento. Então faço agora. Esses dias também pensava sobe a morte: uma das questões que mais me intrigam na vida. Ela também me deixa contemplativo. Acho que também vou postar sobre ela.

    Valeu mais uma vez pela visita. Fiquei super feliz.
    Abraço!

    ResponderExcluir